PT
EN

Turismo

Para os mais velhos, a gastronomia, a história, a arte e as opções de lazer pesam a favor de um destino. Mas para os pequenos, o que importa mesmo é a brincadeira, o que de mais divertido será possível fazer durante a viagem. Para os que passam pelo Shopping Recife com os pais, há algumas boas opções para exercitar a criatividade e brincar até cansar. A primeira parada do dia pode ser no Pequenos Moleques, no piso superior. Amplo e cheio de atrativos, o espaço recebe crianças a partir dos seis meses de idade, com a presença dos pais. A partir dos quatro anos, a meninada pode ficar a cargo dos monitores, liberando os adultos para bater perna pelo mall. É aquela estratégia certeira quando se precisa de um respiro na correria da viagem, ou focar as compras, algo que nem sempre os menores toleram facilmente. Enquanto os pais resolvem o que precisam, a garotada se diverte a valer na brinquedoteca, na casinha, jogando basquete, futebol, totó, brincando no pula-pula ou no escorrego, de circo, lendo, ou participando de oficinas de arte (ufa!). É tanta coisa, que o tempo mínimo de 15 minutos de permanência não merece nem ser cogitado como opção – ou o choro vai ser grande....

Outro local que seduz a garotada é o Game Station. A arena de jogos eletrônicos também conta com uma área privativa, para as crianças menores, ou que preferem a brincadeira mais convencional: o Baby Box. Para entrar, deve-se tirar os sapatos, deixar as comidinhas do lado de fora e colocar a pulseira de acesso. Aqui, os adultos devem acompanhar os pequenos, que aproveitam a piscina de bolas, o tobogã, a mercearia, mesinhas e o percurso com obstáculos. São inúmeras as opções de jogos: tem disputa em cima da moto, no carrinho, jogando bola no palhaço pra ganhar brinde e até simulador com cenas de dar medo, o Ghost Throne. No meio da infinidade de eletrônicos, um singelo carrossel convida a girar, girar e girar, sem medo de que um dia essa brincadeira toda acabe.

A famigerada dobradinha “restaurante com parquinho” é reinventada no Coco Bambu, no andar térreo do shopping. Colorido e cheio de atrativos, o Espaço Kids é o local ideal para que meninos e meninas gastem energia bem do lado dos adultos, enquanto eles saboreiam o cardápio regional contemporâneo da casa. Ele oferece trilha de obstáculos, piscina de bola, tapetinho com brinquedos e mesinha para fazer arte e levar para casa de lembrança. Bom que não ocupa muito espaço na mala. Outra opção que une comodidade para os pais e diversão de qualidade para os filhotes é a Vila 7, que conta com espaço instalado dentro do restaurante Tio Armênio, no piso térreo. Trata-se de uma brinquedoteca recheada com jogos educativos, casinha em madeira, instrumentos musicais e animais de vários tamanhos, formatos e cores para despertar a coordenação motora e a criatividade dos pequenos. Há ainda vários livros e fantasias para a garotada vestir o personagem e criar suas histórias. Uma pedagoga permanece no espaço, interagindo e incentivando as crianças a experimentarem novas brincadeiras. Até os três anos de idade, os menores precisam ser acompanhados pelo responsável.

No piso superior, há ainda outro equipamento exclusivo para as crianças dentro do Skillus. Com paredes em vidro, o que permite que os pais observem como se comportam os filhos durante a diversão, o parquinho possui trilha de obstáculos em madeira, com ponte móvel, escorrego e vários brinquedos. Cadeirinhas em palha também estão à disposição. Crianças até 9 anos de idade podem brincar. Até 3 anos, os pais precisam acompanhá-las.

/**/
Site by Cappen